Gatos e baleias de vinte metros: reflexões sobre livros infantis (Tara Thieke)

As pré-escolas mais caras do país exalam uma fragrância que nos lembra daquelas fotografias idealistas de um mundo antes do plástico, embora sem nenhum resquício de pobreza. Dentro do mundo das escolas Waldorf, Montessori e Wild Forest, a mão domina a máquina, madeira e pedra vencem o petróleo e o metal, e telas foram banidas. […]

Quando faltam palavras: encontrando a oração na liturgia, no silêncio e no corpo (Tish Harrison Warren)

Se você jantasse aqui em casa, faltariam talheres que combinam, paciência e graça às vezes e gelo (quem precisa disso?), mas nunca faltariam palavras. Passamos opiniões e pensamentos à mesa como passamos sal e pimenta. Desde que descobri a linguagem na minha infância, degusto palavras e tenho uma dieta constante, até exagerada, de ricas conversas. […]

Às vezes a vida de fé é só andar e não desfalecer (Trevin Wax)

À medida que a quarentena continua para a maioria de nós, continuo ouvindo as seguintes palavras vez após vez: esgotado, cabisbaixo, cansado do Zoom, fatigado, exausto, triste, lutando. A consequência psicológica da quarentena não recebeu tanta cobertura quanto a consequência física da doença nas pessoas afetadas (e de modo compreensível), mas ambas são reais e ambas […]